Cirurgia Buco-Maxilo-Facial

Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial é a especialidade que tem como objetivo o diagnóstico e o tratamento cirúrgico e coadjuvante das doenças, traumatismos, lesões e anomalias congênitas e adquiridas do aparelho mastigatório e anexos, e estruturas crânio-faciais associadas.

Procedimentos

  • Cirurgia Ortognática
  • Cirurgia da ATM
  • Cirurgia Oral
  • Trauma Facial

A  Cirurgia Ortognática é o procedimento cirúrgico indicado para correções dento-esqueléticas.

Essa cirurgia tem por objetivo corrigir o posicionamento dos ossos da mandíbula e maxila, colocando-os em equilíbrio funcional e estético com o restante da face. O tratamento é multidisciplinar, inicialmente conduzido pela equipe de ortodontia, posteriormente pela equipe de cirurgia buco-maxilo- facial, fonoaudiologia, fisioterapia e nutrição, buscando segurança,  resultados mais previsíveis e maior conforto pós operatório.

A Cirurgia ortognática corrige deformidades dentofaciais, ou seja, deformidades congênitas ou adquiridas que acometem os maxilares e resultam em alterações esqueléticas e dentárias que repercutem na face. O paciente candidato à cirurgia ortognática apresenta uma desarmonia na face, associada na maioria das vezes, a uma "mordida errada".

Situações Clínicas:

  • Mordida Aberta: Situação na qual os dentes superiores não estão em contato com os inferiores quando paciente está de boca fechada.

  • Micrognatismo: Situação definida como a deformação da mandíbula inferior, que é menor do que o normal, causando um perfil facial convexo.

  • Prognatismo: Situação caracterizado pelo excesso de crescimento arcada inferior em relação à arcada superior, causando uma mordida cruzada anterior e um perfil facial côncavo.

A cirurgia basicamente busca corrigir as alterações anatômicas da ATM. Essas alterações podem ocorrer em virtude de traumas, doenças reumatológicas, bruxismo, má-oclusão, infecções, entre outras causas.

As principais alterações passíveis de tratamento cirúrgico são:

  • Luxações repetidas da ATM;
  • Deslocamentos do disco articular;
  • Anquilose da ATM;
  • Tumores condilares;
  • Reabsorções condilares;
  • Artrose e reumatismo que dificultam a abertura da boca e seu funcionamento.

A cirurgia oral é o campo da Odontologia que se ocupa pelas pequenas cirurgias dentro da cavidade oral. As mais frequentes são a extração de sisos inclusos ou semi-inclusos, extra numerários, patologia, cirurgia pré protética, frenectomia lingual e labial, entre outros.

O trauma facial ocorre decorrente de inúmeros fatores, sempre podendo comprometer os ossos faciais, provocando grandes assimetrias.

Entender corretamente o tipo de trauma ou acidente e a sua intensidade é fundamental para prever o tipo de destruição óssea a ser encontrada e também a gravidade das fraturas.

Alguns tipos de traumas:

  • Fraturas de maxila;
  • Fraturas alvéolo-dentárias;
  • Fraturas de mandíbula;
  • Fraturas zigomático-orbitárias;
  • Fraturas Nasais.